Roteiro em Roma

Oi Viajadeiro!

No post Buenasera Roma, nós te demos dicas de onde se hospedar em Roma, do “Tratado de Schegen”, do transporte etc etc. Mas o que falamos mais de uma vez por lá, é da necessidade de ser super organizado nessa viagem para não perder tempos em filas giigantesss durante o seu dia. Então no roteiro que eu vou sugerir abaixo você pode trocar algumas coisas mas, preste atenção principalmente, onde é imprescindível que você compre ingressos com antecedência. Afinal, nem imagino como é ir até Roma e não poder entrar na atração que você foi até lá para ver.

1° dia

Cheguei no hotel próximo a Piazza Navona e já era por volta das 21h. Deixamos a bagagem e saímos andando para comer alguma coisa próximo ao hotel. Em um outro post comento com vocês onde exatamente foi esse primeiro jantar, mas confesso que foi emocionante porque, o motorista demorou um pouco para entender como ele conseguiria chegar o mais perto possível do nosso hotel de carro. Mesmo assim ele teve que parar o carro uns 200m antes do hotel porque a rua era tão estreita que o carro não passava. Nunca tinha passado por isso antes… mas tudo bem… ficamos calejados e já não surpreende. Vejam a foto abaixo… essa é outra realidade da Itália. Eu olhava essa rua e pensava: cara, que rua é essa? Não vou ficar aqui… e de repente você não quer mais ir embora… this is the life… então não se assuste se você procurar a rua do seu hotel e ela ser meio estranhinha.

Rua hotel
Sabe aquele arco lá no final da rua? Foi ali que o carro não passava para chegar no hotel rsrsr

Ele foi por fora da cidade velha, então não vimos nada no caminho e estava noite e tals. Quando saímos do hotel e chegamos na Piazza Navona não conseguíamos ir embora. Jantamos e ficamos ali, perambulando e tirando fotos da incrível e detalhada Fontana dei Quattro Fiumi e tentando ver um pouquinho do teto das salas internas da embaixada brasileira, que também fica nessa praça, que aparecia entre as janelas do grande casarão.

Dica 01: Visite a Piazza Navona a noite. Ele é bonita de dia, mas é incrível a noite com toda a iluminação.

Dica 02: Quando você se depararem com alguma construção, estátua, ruína, etc procure no google para entender a história. Só olhar e admirar já é fantástico, mas quando você descobre a história por trás de uma fonte, um obelisco, uma igreja é de cair o queixo. Então não poupe a internet, já vai com um chip bom porque o que você vai investir ai é o que você vai economizar de passeios com guias.

2° Dia

Eu não sabia se colocava o Vaticano ou o Coliseu no primeiro dia… tamanha ansiedade.

Mas a dica é: antes de tomar essa decisão vá em busca dos ingressos, porque nem sempre você vai encontrar o tipo de ingresso que você quer no dia ou no horário que você programou.

No meu caso, consegui o ingresso do vaticano para esse segundo dia.

Vaticano

Da Piazza Navona são 30 minutos caminhando até o Vaticano, mas a cidade é muito linda então realmente vale a pena ir andando. Não se assuste ao se deparar de repente com uma igreja incrível ou com uma ruína de algo que você nem sabia que existia.

20170918_125622
Basília de São Pedro

Para que possam compreender melhor o Vaticano:

Vaticano é um país no meio de Roma, uma cidade murada com apenas 800 habitantes e com os guardas mais estilosos do mundo. Sim, a roupa deles é do tipo “da época” e toda colorida… não deixe de reparar. Na verdade é meio impossível de não reparar…. rsrs.

20170918_125421                          Foto do portão do vaticano protegido pela guarda suíça.

Eles são os guardas do Papa, desde 1506, época onde era formado por mercenários suiços.

Dica 03:  Mesmo se o seu ingresso tenha horário agendado, chegue cedo, pelo menos 20 minutos antes porque é complicado de achar a entrada do museu e quando você chegar lá, você ainda vai ter que pegar uma filinha… light, mas não sei se todos os dias é assim. Não pegue a fila maior, ou uma fila qualquer e fique esperando. Vá até alguém do local e mostre o seu ingresso porque existem várias filas.

Quando chegamos, primeiro avistamos a praça (aquela que sempre aparece nas filmagens quando o Papa vai aparecer e tem uma multidão esperando por ele), e caminhamos para a direita contornando uma muralha a qual nos levaria até os portões de entrada do museu. A questão é que quando você chega na praça, você ainda tem mais 15 minutos de andança para conseguir acessar o museu.  Vou colocar um mapinha aqui embaixo para vocês porque eu achei super complicado de entender (a praça aparece como St. Peter Square):

vaticano

Coloque no google maps “Vatican Museum” que ele vai te levar para a porta de entrada.

Dica 04: assista o filme Dois Papas antes de ir. Grande parte dele é filmado dentro do Vaticano em salas e locais que você vai poder visitar. Vai ser divertido depois dizer que você já passou por esses lugares.

O Vaticano é basicamente composto pelos museus do Vaticano (coleção de quadros, pinturas, estátuas e objetos da igreja católica), pela Capela Sistina e a Basílica de São Pedro.

DSC04320                                                             Museu do Vaticano

Nem pense em ir sem ter os ingressos em mãos. O site oficial para compra dos ingressos é: Ingressos Vaticano

Infelizmente o site não tem a opção de português, apenas inglês, italiano e espanhol.

Os ingressos são concorridos e as datas disponíveis abrem com 45 a 60 dias de antecedência.

Há vários tipos de ingressos e passeios. Na época que eu fui não haviam tantas opções, mas olhando o site agora e depois de ter estados lá uma primeira vez, alguns outros passeios me chamam mais atenção. Vou fazer um resumo da minha opinião aqui embaixo, sobre o racional que você deveria ter ao escolher o seu ingresso:

  • Depende um pouco se é a sua primeira no Vaticano e a quantidade de dias que você tem. O básico seria conhecer o Museu do Vaticano, Capela Sistina e Basilica de São Pedro. Porém

– Se você curte gastar o dia no museu, observa peça por peça… é realmente um apreciador, então recomendo o “Open tour of the Vatican Museums and Sistine Chapel with audioguide “, assim você terá mais autonomia e bastante informação;

   Línguas do audioguide: Italian, English, French, German, Spanish, Japanese, Korean, Chinese, Russian, Portuguese.

Valor: 24 euros

– Se você curte conhecer de tudo um pouco mas é mais daquele tipo “overview” no museu, eu indico muito o tour guiado – foi o que eu fiz. Porque você é encaminhado para encontrar com o seu guia, eles te entregam um equipamento com fones que você escuta o seu guia durante todo o passeio e ele que te conduz pelo museu. É um tour de 2h que inclui museu, sistina e basilica porém, após sua finalização você pode ficar bastante tempo livre na basilica que, para mim, é a melhor parte. Porém, como meu marido não falava muito bem espanhol, eu escolhi o tour em inglês. Se arrependimento matasse…. pegamos um guia com um sotaque muito difícil e perdemos metade da história. Amigos, mesmo que seu inglês seja avançado eu recomendaria um espanholzinho de leve. But, não tem só um guia em inglês então pode ser que você dê mais sorte que eu. Não é fácil de andar no Vaticano e o barulho também é alto.

        Línguas do tour: Italian, English, French, German, Spanish. Other languages upon written request at tours.musei@scv.va.

Duração: 2h

Valor: 34 euros

  • Você vai ficar mais tempo em Roma, o ponto forte da sua viagem é o Vaticano? Explore todos os ingressos!! Eles estão dando inúmeras opções de passeios agora: a noite, de trem, pelas áreas mais reservadas dos museus. Pela minha experiência que já tive em outros lugares, esses passeios são os suprasumos, ou seja, você tem que fazer o básico (é obrigatório), mas se puder estender para esses outros passeios acho que é ai que ficam os highlights da visita;

DSC04327Foto do corredor dos mapas, dentro do Museu do Vaticano. Reparem na quantidade de pessoas logo no início da manhã.

Dica 05: Mesmo comprando o ingresso com antecedência, compre para os primeiros horários. Dessa forma você vai caminhar com mais facilidade dentro do Vaticano.

A Capela Sistina é realmente muito linda e Michelangelo esteve por lá! #eutambémfui rsrsrs. O guia explica logo no início do passeio o significado da pintura do teto da respectiva capela. Lembrem-se: nada de fotos por lá e respeitem o silêncio. Viajadeiros temos que aprender a seguir regras.

Para mim a melhor parte da visita foi a Basílica de São Pedro. Lá é onde está a Pietá, protegida pelo seu vidro blindado e tantas outras esculturas que chamam muita atenção pela riqueza de detalhes.

20170918_113457
Pietá

A grandiosidade da basílica realmente chama a atenção. Ao sair você vai estar na praça novamente, onde também é possível tirar fotos.

20170918_125132

Dica 06: Detalhe: ao acabar o passeio pelos museus do vaticano, você vai estar de frente para a basílica. No canto direito, do lado de fora tem um corredorzinho onde estão os banheiros mais tranquilos do local e mesmo assim você vai pegar fila…. gente, odeio fila, se eu pudesse comprava fast pass do banheiro ¬¬… enfim… paciência.

Dica 07: Vai para Roma e não vai ver o Papa? Olha eu não vi, mas me bateu um arrependimentozinho. Bom, ele aparece todos os domingos, as 12h, na janela de um prédio que fica a direita da praça do Vaticano. Mas o mais legal é de quarta, porque ele passa de papa móvel no meio da praça e ai sim, você consegue ver ele bem de pertinho. Dizem que ele passa as 09h, mas que para conseguir pegar um lugar bom, precisa chegar as 07:30h.

Saindo do Vaticano, você vai estar roxo de fome e sede e é ai que os “pega turistas” ganham você. Ninguém vai aguentar ir andando até qualquer outro canto de Roma sem comer alguma coisa. Me lembro de ter sentado na parte externa de um restaurante relativamente caro na rua em frente ao Vaticano e quando pedi uma pizza para dividir com meu marido, o garçom disse que eu não tinha permissão para isso. Cada um deveria pedir o seu prato. Pausa para o pânico… eu ali morrendo de fome e ele me fala um absurdo desse? Juro que quase concordei, mas meu marido nem pensou duas vezes para levantar e ir embora. Foi o melhor que fizemos… um pouquinho mais para frente do outro lado da rua havia tipo uma pizzaria + gelateria super simples, chamada Emporio Ave, onde comemos pizza em pedaços e tomamos uma Coca bem gelada por um preço bem melhor. Vamos lá né gente: almoço é só para resolver o problema – BBB: Bom , Bonito e Barato. O jantar sim…. investimos e comemos muito bem.

Panineria Da Manolo

 

Lembro que estando de frente a praça, do lado direito tem um Mc Donald’s que sempre pode ser uma opção.

Museo Nationale di Castel Sant’Angelo20170918_151514

Na volta do Vaticano, o Castelo Sant’Angelo vai estar no caminho. Não é um atração obrigatória, mas nós gostamos de ir.

Vale a pena estudar um pouco da história, mas esse castelo foi construído em 135 pelo imperador Adriano e se tornou um edifício militar. A paisagem vista pelo terraço do castelo é muito bonita.

Como não é uma atração obrigatória, não comprei os ingressos com antecedência. O que deu muito certo, pois quando chegamos por lá, por volta das 15h, não havia fila para entrar, apenas umas 5 pessoas esperando para comprar seus tickets.

20170918_153635

Piazza Navona – de novo porque merece

Na minha opinião é a Piazza (praça) mais bonita. E recomendo ir a noite porque a iluminação dá todo um encanto. É a piazza mais movimentada, cheia de restaurantes e gelaterias.

Dica 07: a Itália é super famosa pelos seus gelatos, você vai perceber isso quando  estiver andando pelas ruas e ver todos os turistas tomando seu gelato a qualquer hora do dia. Então, seja tradicional e faça o mesmo, oportunidades não vão faltar 😉

Na Piazza Navona tem uma fonte central muito bonita “Fontana dei Quatro Fiume” (tentem reparar nas expressões de cada personagem da Fontana) e mais duas fontanas nas extremidades: “Fontana di Netuno” e “Fontana del Moro”.

20170917_222820Fontana dei Quatro Fiume

Um dos prédios que mais chamam atenção na praça, por coincidência, é o prédio da embaixada brasileira, o “Palácio Pamphili”.  Dê uma espiada a noite… você vai ver pelas janelas que os tetos são super decorados.

20170917_223050

Jantamos por lá, mas comento melhor para vocês em outro post.

2º dia

Coliseu

20170919_102607
Área interna do Coliseu

Para mim, a melhor atração de Roma, e algo tão importante merece uma preparação pré-viagem.

O Coliseu é muito concorrido e cheio, mas como já comentei com vocês, quem saiu do Brasil e vai até a Europa não está afim de perder tempo com fila.

Dica 08: Cuidado!! Quando você digita “tickets coliseu” no google aparecem centenas de sites, mas apenas um é o oficial e entendo que você não querer testar a veracidades dos outros, certo?

O Site oficial é:Tickets Oficiais Coliseu

Dicas:

  1.  Compre ingresso com guia! Eles são arqueólogos do próprio coliseu. Para quem não sabe o coliseu ainda não acabou de ser estudado. Você vai notar isso quando chegar lá e ver os arqueólogos cavando por toda a área externa.

20170919_112907

 

2. Existe ainda um passeio que eles chamam de “third ring, underground and belvedere”. Foi o que eu fiz e aconselho. O coliseu tem vários andares e um deles é o subsolo (onde os animais e gladiadores ficavam se preparando antes de lutar). Vale muito a pena! E os guias são realmente encantados com o trabalho deles. Só fiquem espertos porque esses ingressos são os primeiros a se esgotarem (me lembro de só terem dois quando fui comprar e só tinha o que a guia falava em espanhol. Detalhe, comprei no primeiro dia em que a bilheteria abriu… tipo show do U2 no Morumbi).

20170918_222146

  1. De qualquer forma comprem ingresso com horário marcado. É só assim que você não vai pegar fila.
  2. Atualmente existem passeios noturnos no Coliseu.
  3. Você vai notar que existem gaivotas no topo do Coliseu… é uma brincadeira interna, mas nós falávamos que era César e que ele continuava lá, cuidando do coliseu :S

Fórum Palatino

Ele fica no centro de Roma, logo atrás do Coliseu ( ou seja, junte essas duas atrações sem sombra de dúvidas). É uma praça circundada de ruínas de prédios públicos importantes na época da Roma Imperial, pois era ali o centro da cidade.

20170919_141608Foto do Fórum Paladino.

Com o ingresso de acesso guiado do Coliseu você pode entrar no Fórum Palatino.

20170919_150315

Quando fui para lá optei por não ir com guia, mas me arrependo. O local é muito lindo, cheio de ruínas importantes e o guia deve ter informações específicas que valeria muito a pena obter.

Indico que entrem no TripAdvisor e busquem pelo fórum palatino, o qual com certeza estará na lista de atrações principais. Lá vai estar todas as empresas que fazem esse tipo de passeio guiado. Encontrei por lá duas super recomendadas:

Esses dois passeios cansam muito, então o dia se encerra por aqui.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na verdade, todo passeio em Roma só acaba quando você entra no hotel né rsrsrs porque caminhar por aquelas ruas é incrível.

Já a noite, recomendo se perder pela cidade, jantar e ir visitar a Fontana di Trevi. Linda como só ela… a gente foi de dia e de noite e ambas visitas são muito lindas. Aqui você usa sua habilidade brasileira de abrir buraco entre as pessoas e chegar até lá na frente para tirar sua foto. Só não cometa o mesmo erro que eu fiz de sentar na borda da Fontana… por sorte o guardinha não viu, mas em seguida outras pessoas sentaram e ele adora gritar e pedir para a pessoa se levantar.

E óbvEo: leve sua cara moeda de euro para jogar na fonte.

20170920_194326
Fontana di Trevi a noite

3º dia

Termas de Caracalla

As Termas de Caracalla são as ruínas do segundo maior local de banhos públicos de Roma.

20170920_120629

Fomos a pé até lá.. foi bem cansativo, mas o lugar é muito bonito. Fora que você vai andando pela cidade e encontrando outras ruínas no caminho.

Chegando lá, optamos pelo áudio guia. Recomendo que a visita seja com áudio guia, mas agora também existe a opção de alugar um óculos gear – ele remonta virtualmente toda a terma conforme ela era nos anos 200.

Basilica de Santa Maria Maggiore

Linda basílica de culto a Maria, na verdade a primeira basílica existente de culto à Maria. Vale a pena visitar pela riqueza de detalhes.

20170920_131733

Não precisa pagar para entrar.

PanteãoDSC04442

Fica em uma pracinha e também não precisa de ingresso. É a construção antiga, mais preservada de Roma. Por fora é lindo e por dentro tem uma cúpula enorme.

Aconselho tomar um vinho branco em alguns dos restaurantes que ficam de frente para ele na praça e ficar admirando o Panteão e as pessoas indo e vindo. Almoçar ou jantar? Depende… com certeza você vai pagar mais caro do que em outros lugares mas… LEMBRE-SE você não está apenas pagando pela comida e sim pela experiência de estar ali confortavelmente apreciando o Panteão. Onde paramos chama-se “Ristoranti Claudia”.

Roma tem muitas atrações e para ter uma visão geral de tudo o que tem para ver por lá, aconselho que entrem no site do Tripadvisor para conseguir ter uma visão geral: https://www.tripadvisor.com.br/Attractions-g187791-Activities-Rome_Lazio.html#FILTERED_LIST

No mínimo, reserve três dias inteiros em Roma, sem considerar a logística de chegada e saída. Mas se você quiser passar a semana por lá, confesso que você vai fazer coisas diferentes todos os dias.

Viajadeiro, precisa de mais ajuda?? Entre em contato conosco.

Foi para Roma e o GDV te ajudou? Deixe seu comentário aqui embaixo.

Até a próxima!!

 

3 comentários sobre “Roteiro em Roma

  1. Pingback: Buenasera Roma (Dicas de Roma – Básicos) – Status: traveling…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s