Lisboa… nossa antiga casa

Viajadeiros,

Vamos falar desse destino europeu que tanto me encanta. Não sei explicar o porque, mas é como se fosse nossa casa, com um toque especial de antigo… visitamos os lugares e sempre tem uma ligação com o Brasil.

Então vamos começar…

Vistos e Vacinas

Para ir para Portugal, atualmente, não são necessários vistos ou vacinas. Lembrem-se sempre viajadeiros, que essa dica é para o destino final. Se você fizer escala em um país que tenha suas exigências específicas, você precisa estar atento à elas, principalmente se está se organizando para visitar algum local fora do aeroporto durante sua escala.

Como Portugal faz parte do Tratado de Schengen, nós brasileiros precisamos adquirir o seguro viagem atendendo aos requerimentos do tratado, ou seja, seguro de viagem obrigatório com cobertura mínima de 30000,00 euros. Lembrem-se, o seguro sempre gera uma carta ou apólice com todos os dados da sua cobertura. Esse documento precisa estar com você nos seus documentos de viagem caso a imigração questione a existência do mesmo.

Onde Ficar

Minha recomendação é a hospedagem no bairro do Chiado,porque é a zona central da cidade onde você pode ir para muitos lugares a pé.

Nenhuma outra zona (Baixa, Cais do Sodré, etc) são zona ruins, porém a vantagem de ficar no Chiado é que você consegue aproveitar o centro histórico, está sempre bem atendido de ônibus, metro ou bonde e há inúmeras opções de restaurantes… além disso é sempre uma região super movimentada, mesmo a noite.

Veja no site abaixo onde ficam esses bairros de Lisboa: https://myownprivatelisboa.blogs.sapo.pt/mapa-de-lisboa-centro-lisbon-map-2036

O Padrão do Descobrimento, a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerônimos ficam em uma região lindíssima e próximo ao Rio Tejo. A parte ruim é que as outras atrações ficam longe desse lugar e você vai ficar dependendo de ônibus.

20170916_124529

Na época que eu fui estava tentando gastar o mínimo possível, porém sempre pensando em conforto e localização. Me hospedei no Feels Like Home Rossio e para mim foi muito bom. O hotel tem dois inconvenientes: não tem estacionamento e tem escadas (pode ser um problema para quem é mais velho ou carrega muito bagagem… no caso James me ajudou -> James = maridão). Como eu reservei sem muita antecedência, fiquei em um quarto com banheiro privado porém externo. E não gostei muito disso no começo…. mas depois do primeiro dia já não me importava mais… o hotel era bem tranquilo então ninguém ficava vendo você ir de uma porta para outra e o banheiro ficava bem na frente da porta do quarto.

Veja essa foto do quarto do hotel na booking.com:

Feels

Para mim o hotel super serviu… bem localizado, com café da manhã (era muito bom!! Pouca variedade, mas tudo muito fresquinho) e apesar de ficar em um prédio antigo o interior era todo redecorado. Na sala comum do hotel tem duas janelas grandes e um ambiente muito gostoso para ficar no sofá no fim de tarde.

20170915_223055

Nossa mesinha de café da manhã

Tinha frutas, pão fresquinho, queijos, suco, café, leite…. tudo que precisávamos e bem brasileiro.

Café Feels

Como se Locomover

No roteiro que vou escrever abaixo eu vou escrever as dicas de como se locomover, mas assim… carro nem pensar…. você vai ganhar mais problemas com um carro do que soluções. Vai gastar para estacionar durante a noite e durante o dia. Fora que a cidade tem transito.

Nós mesmos nos estressamos porque quando chegamos à Lisboa já haviam alguns dias que estávamos em Portugal, viajando pelo interior de carro e pensamos em deixar as malas no hotel ainda com o carro alugado para depois devolver ele no aeroporto, dessa forma poderíamos ir até o hotel de metro. Sim! Usem e abusem do metro no aeroporto! É do lado da porta de saída do aeroporto, no terminal 1… sem qualquer perrengue.

E aí começou o nervoso… o hotel ficava no fundo de uma praça, super cheia de gente e brasileiros como somos ficamos tentando avaliar nossas opções:

  1. Subir na praça com o carro e tomar uma multa;
  2. Eu descer sozinha com as malas e leva-las até o hotel (que naquele momento a gente não sabia nem onde era a entrada e pensávamos que íamos ser assaltados no caminho hahahahaha piada)
  3. Abortar o esquema inicial, levar o carro até o aeroporto e voltar de Uber com as malas;

Vista do nosso hotel, com a pracinha. Essa janelas coloridas são de um teatro. Alguns dias pela tarde alguns grupos de apresentavam nessa varandinha colorida e era sempre muito bom… música clássica.. vale a pena parar um pouquinho para escutar ou até mesmo se você sentar na sala do hotel, você pode abrir a varanda e ficar assistindo de cima.

20170915_223155

Fomos na 3… não valia a pena testar e… passado algum tempo, desistimos do Uber e pegamos um táxi. Não conseguíamos entender onde ele ia nos buscar. Depois de pesquisar, descobri que a área correta é na área de embarque. Ao chegar na parte externa existe um estacionamento coberto, atravessando a rua. Espere seu Uber lá.

Transporte Público

Você vai ouvir muito sobre o Lisboa Card, que nada mais é do que um cartão que te da acesso ao transporte publico + museus + descontos. Esse tipo de cartão é o preferido para muita gente. Para mim não funciona muito porque sempre faço meu roteiro e as previsões de gastos e acaba que o custo diário do cartão não vale a pena. Ele só vale a pena se você vai nas atrações que estão incluídas nele e a compra individual é mais cara do que a compra do cartão. Não vou me aprofundar muito no cartão:

  • Sim, ele é útil e fácil;
  • Faça sua programação de roteiro e depois faça os cálculos para ver se o cartão vale a pena ou não

Segue o site oficial do cartão: http://www.lisboacard.org.pt

Minha recomendação é o cartão Viva Viagem. Você pode comprar ele no metro por 50 centavos de euro e carregar o cartão com créditos… ou você pode carrega-lo com o passe diário que custa 6 euros… mas uma vez… precisa fazer as contas. Mas esse cartão te da mais liberdade e você pode usar no bonde, no ônibus, no metro… enfim.

Os bondes também aceitam dinheiro trocado mas é mais caro do que se você utilizar o Viva Viagem… na verdade é o dobro.

O que fazer

Sugestão de Roteiro:

Dia 01

Castelo São Jorge + Sé de Lisboa

Do nosso hotel fomos para o castelo a pé. E decidimos por isso porque a fila do bonde estava enorme e realmente tive e a impressão que chegamos antes, mas meus amigos… subimos umas escadarias TENSAS! Para quem não tem o mínimo preparo físico não recomendo que vá a pé.

O caminho em si foi interessante… saímos um pouco da rota do turismo e vimos alguns lisboetas no seu dia a dia… comércios locais, etc…

Chegando no castelo pegamos por volta das 10h, uma filinha para comprar a entrada e acessar o castelo, mas nada demais… bem tranquilo. O ingresso é 10 euros por adulto.

Também existem visitas guiadas que devem vale super a pena, porém quando a gente foi essas visitas já estavam cheias. Até onde eu pesquisei, não é possível comprar essas entradas online. Só tem um site que por 24 euros você compra a entrada do castelo + entrada de alguns museus. Segue: https://www.blueticket.pt/Event/3845

20170915_112307

O ponto alto do castelo é o mirante com sua linda paisagem. Também possui uma lanchonete, onde almoçamos super rápido para poder continuar o passeio.

20170915_104533

Mais informações no site oficial do castelo:

http://castelodesaojorge.pt/site/en/tickets-schedule-and-information/

Na minha opinião é óbvio que você precisa conhecer o castelo pois é o grande marco da cidade, mas o castelo em si não tem taaanta coisa para ver, mas não tenha dúvidas que vale, no mínimo, pela paisagem.

Depois do castelo, siga para a Sé de Lisboa, também conhecida como Igreja de Santa Maria Maior. São 15 minutos caminhando e aconselho. Quando mais se caminha na cidade, mais você se envolve na essência dela.

A entrada para a Sé é gratuita, porém se você desejar visitar o claustro ou o tesouro real é necessário o pagamento de 2,50 euros para cada atração.

Quer saber mais da Sé de Lisboa? Entre aqui:

https://dicasdelisboa.com.br/2015/06/se-de-lisboa-em-portugal.html

No mapa abaixo fiz a simulação do ponto de partida da Praça do Rossio, onde era o meu hotel, até o Castelo de São Jorge (até ai são 20 min caminhando) e completando o trajeto até chegar na Sé de Lisboa (mais 12 minutos). Do Castelo até a Sé é descida então é bem tranquilinho.

mapa são jorge

 

Se ainda tiver energia, dá para alongar esse passeio até o Terreiro do Paço, mais conhecida para Praça do Comércio, na beira do Rio Tejo. Falaremos mais sobre ela no roteiro, em outro dia.

 

 

Dia 02

Mosteiro dos Jeronimos + Padrão dos Descobrimentos + Torre de Belém + Pastéis de Belém

20170916_112132

Na minha opinião foi o melhor passeio. Fui até o mosteiro de ônibus e foi uma aventura engraçada… imagina o ônibus da hora do rush de São Paulo… pois é entramos numa boa no ônibus, mas já não tinha lugar para sentar e conforme ele foi parando foi entrando mais gente até uma hora que eu não conseguia mais me mover rsrsrsr. Se você não estiver afim de passar por essas situações, o Uber é sempre uma opção. De ônibus, a sua melhor ferramenta é o google maps. Ele que vai te dizer que horas pegar o ônibus, em qual lugar e em qual estação descer.

Vale muito a pena a visita no mosteiro e chegue cedo porque a fila para entrar vira infinita conforme vai ficar mais tarde. Compramos a entrada lá mesmo e fizemos a visita por conta.

Mosteiro

Horários do Mosteiro

De Outubro a Abril das 10h as 17:00 (última entrada)

De Maio a Setembro das 10h as 18:30

Preço: 10 euros (já inclui a entrada na Torre de Belém)

20170916_110823

Fiz abaixo uma simulação para utilização do transporte publico pelo google maps, estipulando a chegada para as 09:00 ele já indica qual horário eu deveria sair do meu ponto de partida, qual transporte devo utilizar e quanto tempo vou demorar. Você também pode escolher ao invés do horário de chegada, o horário que você gostaria de sair do seu ponto de partida.

mapa mosteiro

Saindo do mosteiro, você pode voltar pelo mesmo lado da avenida e buscar o seu autêntico pastel de Belém ou pastel de nata… como prefira. Em 1834 os monges começaram a fazer os famosos pastéis no anexo de uma refinaria de cana de açúcar. No local hoje em dia existe uma loja, a única que pode ser chamada de Pastel de Belém. Você tem duas opções: ou pega a fila para comprar os pasteis “to go” ou se enfie pelos corredores escondidos e você vai chegar nos salões com mesas. Pode ser que ainda exista fila dentro dos salões. Quer uma dica? Vá antes do meio dia e evite sábados e domingos. O restaurante também serve o almoço caso já esteja por lá mesmo, vale a pena.

Ainda na frente do mosteiro tem uma praça bem gostosa de sentar e ficar olhando o movimento e já na beira do Rio Tejo, está o Padrão dos Descobrimentos. Se conseguir, chegue próximo ao por do sol nesse local…. o sol batendo na água e no monumento é muito bonito.

O Padrão foi construído pelo arquiteto Cottinelli Telmo em 1960 em homenagem ao Infante D. Henrique, príncipe português e a figura mais importante para o início da expansão marítima do país.

20170916_121930

A visita de fora é gratuita, assim como a subida até o mirante no mesmo monumento à 56m do chão.

Paramos para almoçar em um restaurante super bom chamado Nosolo Itália. Mas ai vai mais uma dica… não pare para almoçar na hora de pico… vá antes ou depois.  Chegamos cedo por lá e conseguimos uma mesinha no deck… bem gostoso.

Nesse mesmo lado da rua, um pouco mais para frente está a Torre de Belém. Se você foi no mosteiro, já tem acesso à torre. Lá o percurso é bem curtindo e tem limitação de quantidade de pessoas dentro do monumento.

Belém

De lá pegamos o ônibus de drop on- drop off, o qual passava bem próximo do nosso hotel também. Porém estávamos hiper cansados e nem conseguimos prestar muita atenção. Então fica a dica… se quiser voltar com o ônibus pode ser uma opção… mas se estiver cansado… é mais fácil voltar direto de Uber ou transporte público.

Dia 03

No último dia fomos no Oceanário de metro… foi bem fácil. Descemos na estação Oriente e passamos dentro do Centro Vasco da Gama (um shopping com lojinhas bem interessantes). Percebi que atualmente tem uma estação mais próxima do Oceanário: chama-se Cabo Ruivo.

Chegando na beira do rio, para esquerda você vai encontrar a Torre Vasco da Gama a qual ainda hoje serve me mirante, porém foi integrada ao hotel Miryad e não é mais de acesso público.

Próximo à Torre está a estação de Telecabine de Lisboa. A Telecabine nada mais é que um teleférico na beira do Rio Tejo onde você tem a vista de uma paisagem incrível do rio, do oceanário, do parque da nações com um todo e da extensa ponte Vasco da Gama.

A outra estação da Telecabine está bem na frente do Oceanário… tanto de teleférico quanto a pé são opções gostosas para percorrer o parque, apesar de que confesso que fui a pé e fiquei bem cansada.

20170915_150328.jpg

Chegando no Oceanário, paga-se 16,20 euros de entrada, mas vale a pena! É super bem conservado e cheio de animais. Dentro tem uma lanchonete, mas nós não experimentamos.

Saímos de lá de Uber e fomos para a Praça do Comércio, mais conhecida como Terreiro do Paço. É a praça onde por dois séculos esteve o palácio real o qual foi destruído em 1755 por um terremoto. Hoje em dia as construções da praça são em parte utilizadas para departamentos governamentais, restaurantes e hotéis. Nessa praça aconteceram marcos importantes, vale a pena pesquisar um pouco mais sobre a história dela. Sentamos em um restaurante e aproveitamos para tomar uma cerveja enquanto apreciávamos a praça e as pessoas que circulavam por lá.

Continue o seu passeio pela rua Augusta, passando pelo seu famoso arco.

20170915_203825

Para a noite…

Não deixe de reservar uma noite super especial para assistir um show de Fado.

Eu escolhi ir na Adega Machado e não me arrependo.  Você pode fazer a sua reserva pelo próprio site que utiliza a ferramenta do The Fork. Lá você faz sua reserva com duas opções:

  • A reserva comum – jantar a partir das 19;
  • Fado Inside the Box – vinho com dois petiscos das 17 as 18;

adega-do-machado

Recomendo a reserva comum e você pode chegar um pouquinho mais tarde porque o show começa as 22h. Você pode reservar as 21:30, chegar e jantar junto com o show. O show é lindo vale muito a pena. A comida não é muito do estilo brasileiro mas não me lembro se você poderia escolher entre o menu fechado ou o a la carte.

Não deixe de ir. Muito bom mesmo.

Entre no site para fazer a reserva: https://www.adegamachado.pt/pt/

Veja o link do show: https://www.youtube.com/watch?v=0eY03ODG2VI

Tem mais dias em Lisboa? Ainda tem mais coisas para fazer por lá:

  1. Estádio do Sport e Benfica;
  2. Elevador de Santa Justa (passei por ele a noite e decidi que não precisava voltar de manhã);
  3. Museu Nacional do ajuleijo;

Você pode entrar no Tripadvisor para ver as demais atrações.

Espero ter ajudado viajadeiros…. Se tiverem dúvidas enviem pelos comentários do blog ou pelo email que está aqui na barra da direita.

20170915_131019

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s