Alagoas para Relaxar e Esquecer de Tudo

Olá Viajadeiro!

É com muito orgulho que o post de hoje é o primeiro post do GDV de um destino no Brasil.

Sempre quando falavam para mim que o Nordeste era maravilhoso eu dava uma chance, mas quando eu ia comparar os valores com outros destinos de praia fora do país ficava em dúvida e acabar desistindo.
Porém desta vez, foi diferente porque nós já tínhamos feito uma viagem para fora neste ano e estávamos procurando descanso. A cereja do bolo foi o dólar a R$ 5,00.
Começamos a pedir recomendações aos nossos amigos mais próximos, eis que vários falaram de Maragogi e Maceió. Mas óbvio que antes de ir, pesquisamos muito e encontramos outros lugares em Alagoas que valem muito a pena a visita. São aqueles lugares inesquecíveis, que fazem toda a diferença em uma viagem.

10 Motivos para ir para Alagoas e pronto!

  1. É no Brasil;
  2. Não é em dólar ou euros;
  3. Tem praia;
  4. É calor o ano todo;
  5. Tem comida boa;
  6. Tem comida barata;
  7. O povo é maravilhoso;
  8. A hospedagem é ridicula de boa;
  9. O pôr do sol é uma mistura é de um roxo e laranja ridículo de bonito;
  10. Tem falésia, deserto, rio….. vai para lá meu bem….

Como ir para Alagoas

Optamos por ir e voltar de avião por Maceió. O lado positivo é o valor das passagens, uma vez que compramos e de volta pelo mesmo aeroporto. O lado negativo é que depois de se distanciar de Maceió, tivemos que programar a nossa volta saindo do hotel um pouco mais cedo porque tivemos que voltar todo o percurso que tínhamos feito na ida.

Uma outra opção, seria chegar por Maceió e retornar pelo aeroporto de Recife (PE), dessa forma no último dia o deslocamento é menor na volta porém, com certeza as suas passagens vão sair mais caras e já que você vai passar por Recife, vale a pena ficar alguns dias a mais para curtir o lugar. Este último foi mais um motivo pelo qual não obtemos por voltar para o Recife pois, precisaríamos de mais dias para aproveitar o lugar, porém chegamos a ir para Porto de Galinhas (PE).

Como ir do Aeroporto de Maceió até o centro da cidade ou hotel da região

De forma geral, a maneira mais fácil e talvez a única maneira de se locomover pelas praias de Alagoas é alugando um carro, porém se você está pensando em ficar muito tempo em uma mesma Praia ou hotel, vale a pena repensar e avaliar se durante a sua estadia você vai necessitar de carro. Se o objetivo é descansar e fazer as refeições dentro do hotel, o carro vai acabar ficando parado e não vai valer a pena pagar a diária. Isso vai depender se você vai querer visitar as praias vizinhas e se vai conhecer restaurantes pela região.

Se esse é o seu caso, vale a pena utilizar um Uber ou táxi para ir até o hotel e, se for precisar de carro depois para continuar a viagem,  alugar na própria cidade desse hotel. Apenas verifique antes se a cidade tem uma locadora de carros conhecida pois, em muitas cidades de Alagoas quase não tem infraestrutura, apenas uma vila com uma porção de hotéis luxuosos.

20191001_160131
Passando no meio de uma das pequenas cidades de Alagoas, com direito a casa de pau a pique.

O aeroporto não fica muito perto da cidade, 24 minutos até o centro. De táxi a corrida pode dar de R$70 a R$90 e de Uber cerca de R$40 ou menos. Atualmente não existe qualquer tipo de transporte disponibilizado pelo aeroporto até o centro da cidade.

No meu caso não me arrependo de ter alugado o carro, pois utilizei ele quase todos os dias e quando não utilizei, não havia infraestrutura no local aonde eu estava para ter alugado um.

Alugamos o carro antes de sair de São Paulo, enquanto estávamos montando a viagem, na loja online da Localiza. A dica é: Não se esqueça de alugar um carro com ar condicionado, você vai lembrar disso logo quando sair do ar condicionado do aeroporto rsrsrs

Não demos muita sorte, quase todo mundo que estava nosso voo alugou o carro na mesma loja, a qual fica do lado de fora do aeroporto e portanto você precisa esperar a van da loja te buscar na porta do aeroporto para te levar até o local. Se você Já reservou o carro online, a loja da Localiza dentro do aeroporto basta passar pelas portas principais do aeroporto e aguardar a van na primeira calçada, bem em frente à porta.
O fato foi que bem nesse dia a van da Localiza tinha quebrada e eles estavam buscando as pessoas em carros da empresa ou seja cada vez que os motoristas apareciam na frente do aeroporto só cabiam 4 pessoas no carro. Eram dois carros mas demorou muito.

20190928_135604
Imagina a ansiedade do turista querendo chegar na praia e os caras demorando para entregar o carro chegando na loja tivemos que enfrentar mais uma filhinha. Diria que gastamos mais de uma hora até conseguir o carro, mas nas férias a gente suporta tudo né? Fazer o que…

Mapa Localiza
Caminho entre o desembarque do aeroporto e a Localiza

O lado positivo é que realmente parece que foi pontual, causada pela indisponibilidade da van, pois quando devolvemos o carro foi super rápido e não tivemos problemas. A van já está funcionando e nos aguardando para nos levar até o aeroporto. O carro era um econômico, ar condicionado, novo e bem conservado.

Como são as estradas em Alagoas

Saindo do aeroporto de Maceió, a nossa primeira parada foi a Praia do Francês onde também estava nosso primeiro hotel. Colocamos o endereço do hotel no Waze, e ele nos sugeriu o caminho mais rápido utilizando a AL-316 e a AL-424. Apesar do caminho ter sido super seguro, era cheio de curvas e passava pela grande Maceió. Não é o caminho que eu recomendaria para perfeito. Com 4 minutos adicionais você pode fazer o caminho que passa pelo centro de Alagoas e também chega AL-424. Ambas as alternativas são asfaltadas, porém recomendo a segunda opção por ser mais segura, mas turística e com paisagens mais bonitas. Não vale a pena economizar os 4 minutos,

 

Mapa Al Aero
Opções de caminho, ao sul de Maceió.

 

A AL-101 é muito boa, porém sem qualquer iluminação em longos trechos e com muitos animais pastando nos acostamentos e canteiros. De manhã é muito tranquila, já de noite recomendo cuidado redobrado.

20190929_101445
Caminho da praia do Francês

 

Como ir de Maceió para Maragogi

Posteriormente, seguimos para o norte de Maceió. Na Ida, optamos pelo caminho próximo à praia, através da Al-101, Al-435, AL- 105, AL-465. A AL-101 até a praia de Ipioca, é uma ótima opção, apesar de ser pista simples. Porém nós erramos e seguimos por ela até Passo de Camaragibe, onde deveríamos pegar uma balsa para atravessar um rio e seguir o caminho. Quando vimos a balsa nos assustamos. É bem improvisado, mas suficiente para a população local que atravessa a pé. Se você fizer o mesmo erro que nós, ao chegar em Passo de Camaragibe basta seguir pela al-435 e retomar a viagem através da al-105, o que vai te acrescentar algum tempo e quilômetros. Mas é para você evitar esse tipo de transtorno que nós estamos aqui, não é mesmo viajadeiros? Nóis se mata por ôceis rsrsrsr

A melhor opção para poder aproveitar as praias e também ter um caminho mais rápido e seguro é saindo de Maceió seguir pela Al-101, coloque como destino “São Luis do Quitunde”, dessa forma você não passa por Passo de Camaragibe. Já na AL-105, siga até Porto Calvo e Maragogi.

Aí você vai me perguntar: Precisa de tudo isso GDV? Quer ir de boas e acertar de primeira? Então sim…

Mapa Maragogi
Siga o caminho em azul caso prefira ir pela praia ou o cinza se quiser ir mais rápido. Os dois caminhos são bons.

Na volta, você pode utilizar AL-105 direto até Maceió, tanto de Maragogi  quanto de Porto de Galinhas (PE). A AL-105, tanto na ida quanto na volta, é bem pavimentada e possui três a quatro pistas em cada sentido.
Alagoas tem praia. conforto e paz, mas não é um exemplo de estado quando falamos de postos, ou seja, quando estiver em uma cidade maior não deixe de encher o tanque do carro. Isso porque, se você errar o caminho e estiver sem gasolina vai passar apuros. As as estradas menores passam próximos de fazendas e tem pouco movimento. Anda, anda e as paisagens são muito bonitas mas muitas vezes só tínhamos nós na estrada e alguns caminhões de cana.

Minha última dica é, se o seu hotel em Maragogi é longe do centro pode ser uma ótima opção mas não vá com a expectativa de que todas as noites vai poder ir ao centro jantar. Lembre-se que a estrada que liga os hotéis ao centro é vazia a noite, de pista simples e sem luz. Em cinco dias que ficamos por lá, fomos no centro apenas duas vezes à noite.. Até você perceber que vale muito mais a pena jantar no hotel e aproveitar para ver as estrelas no hotel, à noite na beira do mar 😉

Como ir de Maceió para São Miguel dos Milagres

Mesma coisa que Maragogi! Ai você vai me dizer que são 30 minutos a mais porque você tem que ir até Porto das Pedras e voltar…. mas é a melhor opção, não tem jeito.

As Marés em Maceió

Isso também foi novidade para mim. Alagoas é conhecida por possuir a Costa dos Corais. Não era muito claro para mim os porques….. ok tem coral, mas não sabia  tamanho da influência disso. As praias tem um paredão de coral a cerca de 700m da costa. Na maré baixa, você enxerga o paredão porque o nível da água fica abaixo da altura dele, dividindo a praia em duas partes (o raso e o fundo). Na maré alta, a praia se junta e você não enxerga mais os corais. O que acontece é que, na maré baixa, tudo fica melhor em Alagoas:

  1. As praias ficam com mais pedaço de areia;
  2. Você entra na água e parece uma piscina e tem uns peixinhos represados;
  3. Em alguns casos, os corais são tão próximos da beira d’água que você consegue caminhar até eles, ver suas piscinas naturais, ver os peixinhos no coral… é super bonito.

Preservação e Consciência Ambiental

Acho que ao mesmo tempo que sai de Alagoas orgulhosa da beleza do nosso país, fiquei com um sentimento de que não cuidamos e não somos conscientes com aquilo que temos. Nas praias mais famosas (me lembro muito da praia principal de Porto de Galinhas e Praia de Carneiros), onde também haviam mais pessoas era onde ficava visível a falta de cuidado.

Na Praia de Carneiros, onde o coral é próximo da orla as pessoas caminham sobre o coral, passam a mão, mergulham nas piscinas e ninguém nunca repreende de nada. Sabemos que protetor solar é tóxico para os corais, imagina caminhar sobre eles?

Na praia de Porto de Galinhas os Jangadeiros (e veja eu entendo a importância do passeio para eles) te levam para conhecer o coral e você caminha sobre ele… é uma horda de turista caminhando nos corais todos os dias. Alguns Jangadeiros se preocupam em chamar atenção dos turistas para que eles caminhem apenas na área restrita, outros não. Tem muita gente também que vai até o coral nadando ou caminhando e sobe de qualquer jeito, se rala inteiro… show de horrores rsrsr me desculpe mas não tenho outras palavras.

Ou seja Viajadeiro, vá, aproveite mas mostre respeito, recolha seu lixo e tome cuidado com os corais.

Alimentação

Bom Viajadeiros, comer é uma parte maravilhosa de qualquer férias ou viagem, mas vamos com calma por aqui ok? Eu já vou preparada porque já conheço o histórico do meu estomago nas viagens né…. quero comer tudo e dai já era. Mas nessa viagem tomei mais cuidado porque já havia viajado para o Nordeste antes e passado mal.

Bom sendo direta e reta, passei um pouquinho mal lá Viajadeiros. Perdi um dia no hotel em São Miguel dos Milagres e encuquei que foi a comida de um quiosque.

Ou seja, água só de garrafa e comida só cozida e sem molho. Cara, pesquise sobre azeite de dende e o mal que ele pode fazer quando a pessoa não é acostumada com ele. Se você já tem histórico de piriri, fique de olho quando as coisas vierem como molho e peça para não usarem o tal do azeite de dende.

Você sabia que existe uma doença que se chama “diarréia do viajante”? Vou deixar o site aqui para vocês se informarem: Ministério da Saúde – Definição da Diarréia do Viajante

Dinheiro ou Cartão?

A maioria das coisas você vai conseguir pagar com o cartão mesmo, com exceção de alguns quiosques na praia (menores) e estacionamentos de praias. Sempre bom ter um dinheirinho para um sufoco na estrada né viajadeiro?

Nossos hotéis estavam pagos pelo Booking, no cartão, antes de chegarmos o que foi uma boa também…

Alagoas é seguro?

Olha… que paz… para mim o maior diferecial de um destino é você poder andar em paz pelas ruas e encontrei isso em Alagoas. Em momento algum nos sentimos acoados. Em alguns momentos as pessoas olhavam muito para nós porque sabiam que nós não éramos de lá, mas numa boa, super tranquilos.

DCIM100GOPROGOPR0298.JPG

A única recomendação que eu daria, porque li em alguns blogs é que fique de olho no carro enquanto estiver com ele carregado. As vezes você para em uma praia entre um hotel e outro e deixa o carro na rua… disseram que pode acontecer de eles abrirem o seu carro para pegar as coisas do porta malas. Então é que nem em qualquer outro lugar fora do país (rsrsr óbvio) você está seguro, mas tem que ficar de olho.

Uma coisa que me impressionou foram as pessoas, assim como eu depois que vi que era comum, deixando suas coisas nas mesas dos quiosques e entrando na água ou saindo para passeios. Claro né…. eu fiquei com um olho no peixe e outro no gato e aconselho vocês a fazer o mesmo. Se for para algum passeio e tiver que deixar a sacola no quiosque, deixe só as tranqueiras. Leve com você o dinheiro, óculos e celular.

Espere por mais post de Alagoas nos próximos dias.

Até Viajadeiro!

 

 

 

 

 

2 comentários sobre “Alagoas para Relaxar e Esquecer de Tudo

    1. Olá Luiz e Marília! Seja bem vindo no GDV. Levamos repelente e nem lembramos dele durante a viagem, mesmo a noite na praia, não incomodou. Não tem nem comparação, por exemplo, com o litoral norte do estado de SP ou RJ. Nós não temos o PADI, apesar de que já fizemos vários mergulhos para iniciantes em outros lugares, mas vimos que havia a possibilidade de fazer mergulho nas partes mais fundas das piscinas naturais. O que eu percebi é que você tem que dar muita sorte porque se o mar estiver agitado a areia fica mexida nessas piscinas e a água fica turva, o que vai fazer com que você não enxergue nada. Nos dias que eu fiquei em Maragogi a maré não baixou muito, isso fazia com que a correnteza também não colaborasse. Você tinha que fazer um esforço muito grande para se manter na piscina sem bater nos corais ou se distanciar, mas como te comentei, não dei sorte com a maré. Estudem a tábua de marés e veja se vai valer a pena – precisa estar próxima de 0,5 – 0,4 para estar boa para megulho. Com 0,8 você já curte as piscinas com snorkeling. Vi fotos incríveis da maré super baixinha. Se vocês forem para Porto de Galinhas, na praia do centro, onde estão os Jangadeiros, vocês podem pedir para ele te levar em outros pontos próximos ao coral principal, que possuem mais peixinhos. Eu não sabia disso, mas quando saimos do coral principal, reclamamos para o jangadeiro que haviam muitas pessoas na piscina e que não se enxergava nada com tanta gente batendo o pé na areia. Foi por isso que ele nos levou nesse outro local, mais fundo mas bem bonito. Recomendo também que procurem ir em outras piscinas mais distantes, com menos pessoas – o seu hotel pode te oferecer isso. Vocês vão aproveitar muito mais. Estou terminando de escrever o post de roteiro com dicas muito boas. Fiquem de olho 🙂 Espero ter ajudado. Att GDV

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s